Imágenes de páginas
PDF
EPUB
[blocks in formation]

(14) Adhuc multiplicabuntur in senecta uberi , et bene palientes erunt, ut annuntient.

Annos e annos vencem, mais robustos;
São sempre verdes, brotam largos ramos;
Tarda e serena a morte em fim lhes chega:

Um doce e brando somno
Parece o fim do justo; aos Ceos, ligeiro,
O transporta o suspiro derradeiro.

in eo.

Deus noster, et non est iniquilas Recto e clemente, que os fieis ampara, (15) Quoniam rectus Dominus Testemunho fiel que um Deos existe

E os perversos castiga rigoroso:

Que tem os Ceos patentes
Para aquelles que as leis sempre

observaram, E magoa eterna aos máos que as desprezaram.

PSALMO XCII.

Laus cantici ipsi David in die ante Psalmo composto por David, para celebrar-se sabbathum (*), quando fundata

a creação do mundo.

est terra.

(1) Dominus regnavit, decorem indutus est: indutus est Dominus forliludinem et præcinxit se.

a ; ENCIDA a morte, surge o Auctor da vida; Rompe os espaços do ether, triumphante, Toma posse nos Ceos do Reino eterno:

De fulgurante veste

Pomposamente se orna;
O sceptro empunha, a rutilante espada
Lhe pende ao lado; e o cinge a fortaleza
Com que domina toda a Natureza.

[ocr errors]

(2) Etenim firmarit orbem ter. Elle foi quem firmou o orbe da terra, qui non commovebitur.

Quem deo ás forças leis com que impedissem

Commover-se e chocar contra os mais astros. (3) Parata sedes tua ex tunc :

Aqui fundou seu throno, à sæculo tu es.

Desde então preparado
Para durar por seculos immensos;
Obra de um Deos eterno, que a ventura
Quiz radicar na humana creatura.

(*) No Psalterio de S. Germano le-se in die Sabbathi.

(Mattei.)

Dimaparam da Summa Sapiencia
Os caudalosos rios de doutrina
Que levantaram vozes efficazes;

Ondas encapelladas,

Cujo arruido vence O estrepito das aguas numerosas Que infecundas na terra se espraiaram, E estas torrentes só fertilisaram.

Ou seja a intelligencia ou a materia,
Admiravel é tudo quanto obraste:
O mar tranquillo, ou tormentoso, pasma;

Ou se arremesse aos astros,

Ou se rompa em abysmos. Mas se elevamos a alma á summa altura Em que resides, nada mais se admira; É tudo pouco, e só a amar-te aspira.

(4) Elevaverunt flumina , Domine, elevaverunt flumina vocem

suam.

(5) Eleraverunt flumina fluctus suos à vocibus aquarum multarum.

(6) Mirabiles elationes maris, mirabilis in allis Dominus.

(7) Testimonia tua credibilia facta sunt nimis : domum tuam decet sanctitudo, Domine, in lon. giludinem dierum.

A sé de teus oraculos attesta
Os factos subsequentes; a fé nasce
Das antigas e novas maravilhas:

Oh quanta sanctidade

Teu domicilio exige! Que harmonias, meu Deos, cercá-lo devem ! Que canticos de amor eternamente Deve o teu povo repetir contente !

PSALMO XCIII.

Psalmus ipsi David, quarta

Sabbathi (.).

(1) Deus ultionum Dominus , Deus ultionum liberè egit.

Deos das vinganças, que obras livremente,
Teus raios ociosos de que servem?
Deixas inultos homens depravados

Que a tua lei profanam,

Que uns aos outros enganam?
Que apagaram na prava humanidade
O logo animador da charidade?

bis.

(2) Exaltare, qui judicas ter. Vem mostrar-te entre nós, vem glorioso, ram: redde retributionem super- Juiz supremo, exerce os teus poderes :

Vinga a innocencia afflicta, e dos suberbos

A petulancia abate;

Insolentes combate. (3) Usquequo peccatores, Domi- Té quando hão de jactar-se os peccadores ne : usquequo peccatores gloria

Dos erros que provocam teus furores?

buntur ?

(4) Efsabuntur, et loquentur ini- O teu povo humilharam; tua herança
quitatem : loquentur omnes, qui
operantur injustitiam ?

Destruiram, Senhor! Já 'stão quebradas

As taboas em que a lei sancta escreveste: (5) Populum tuum, Domine, hu

Que mais farão, se em tanto miliaverunt, et hæredilatem tuam veraverunt.

Tudo inundam de pranto? (6) Viduam, et advenam inter. A viuva, o estrangeiro espedaçaram, fecerunt, et pupillos occiderunt.

Os pupillos á morte abandonaram.

Até quando, Senhor! sem que os reprimas

(6) É um titulo dos tempos posteriores, que se não acba no texto Hebreo. V. a nota ao Jo psalmo 23.

Se hão de ir cevando os impios na maldade? (7) Et dixerunt: non videbit Do

minus, nec intelliget Deus Jacob. Té quando irão dizendo — a Deos não sabe,

«Não vê o que fazemos:

a De prazer nos fartemos, « Em quanto descuidado em paz dormita « O Deos que invoca o Povo Israelita.» ?

[blocks in formation]

Senhor, como é feliz o homem qu' instrucs,
E a quem da lei decoras os preceitos !
Nos dias máos as dores The mitigas,

(12) Beatus homo quem tu eru. dieris, Domine, et de lege tua docueris eum. (13) Ul miliges ei à diebus ma

« AnteriorContinuar »